Alunos do grupo de Ecofisiologia e Evolução Molecular recebem diplomas de mestres em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva

Por Ana Luisa Hernandes

 

Alunos do Laboratório de Ecofisiologia e Evolução Molecular (LEEM), do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI), foram contemplados com os diplomas de mestres do Programa de Pós-Graduação em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva durante a 17ª edição da Menção Honrosa Warwick Kerr. A cerimônia aconteceu na sexta-feira (14), no Auditório da Ciência, localizado na Rua Otávio Cabral, s/no, Petrópolis.

 

A Menção Honrosa Warwick Kerr é a mais alta homenagem conferida pelo Inpa, a qual reconhece o trabalho de brasileiros e estrangeiros que contribuíram com o avanço da ciência na Amazônia. Este ano, os profissionais condecorados no evento foram os pesquisadores Hiroshi Noda (Ciências do Ambiente e Sustentabilidade da Amazônia) e Jansen Zuanon (Ecologia e Taxonomia de Peixes de Água Doce), além da servidora que presta serviços na Secretaria Executiva da Diretoria do Instituto, Marta Clemência Farias.

 

De acordo com a mestra Luciana Mara Lopes Fé, do LEEM, a pós-graduação no Inpa enriquece o currículo e proporciona o engrandecimento pessoal e profissional. “Ser pós-graduada em uma instituição renomada como essa traz um peso muito grande para a formação. Agora pretendo iniciar o doutorado na área de genética e atuar na carreira aplicando tudo o que desenvolvi no mestrado”, afirmou.

 

Já o mestre Ramon Barros Baptista, também do LEEM, destacou que a pós-graduação é uma extensão da vida pessoal e um momento de enriquecimento e maturidade na formação do pesquisador. “Estou no primeiro ano do doutorado e minha intenção é continuar difundindo o conhecimento adquirido nesses primeiros anos de Amazônia, permanecer na região, e incentivar pessoas a virem para cá estudar”, completou.

 

Com mais de 25 anos de atuação, o grupo de Ecofisiologia e Evolução Molecular, liderado pelos pesquisadores Adalberto Luis Val e Vera Maria Fonseca de Almeida e Val, já formou, ao todo, 87 mestres e doutores.